Trama: The History

Ir em baixo

Trama: The History

Mensagem por Rain em Sab Fev 26, 2011 6:56 pm


{A TRAMA}



Há 200 anos fora fundada a Academia de Magia Avançada - inicialmente sem nome nenhum- por Arthur Mansfield Brashnovink, um bruxo de sangue puro, de mãe inglesa e pai russo, que rumando em meio as geladas terras da Sibéria firmou sua bengala em meio ao nada, gritando para si e para o infinito que ali fundaria a maior escola que poderia existir. E assim o fez, trazendo tijolos e pedras por pedras, começando a construir o magnífico castelo.

A Academia de Magia Avançada surgiu numa época em que os bruxos decidiram que os novos bruxos precisavam de mais uma forma de instrução, além das escolas bruxas. No entanto, não queriam uma escola para todos, mas sim para aquele que realmente quisesse se especializar em algo, fazer uma carreira completa, tendo a instrução certa para a determinada carreira a seguir. Assim, isso faria com que o número de acidentes de bruxos não qualificados diminuísse.

Após a formação da Academia, a mesma iniciara-se com cursos simples e básicos. Na verdade, com apenas três: Qualificação de professores, Poções e Feitiços. Logo após a abertura da escola a primeira turma fora formada em todos os cursos, primeiramente apenas 200 alunos - uma quantidade pequena para as atuais instalações-, mas para o tamanho da escola e a época a Academia estava batendo um recorde.

Os anos se passaram, mais cursos iam surgindo enquanto outros iam desaparecendo. Atualmente, a Academia está com seus dez cursos, número pelo qual fora escolhido e fixado há 100 anos. Fora estabelecido também a troca dos cursos a cada 50 anos, permitindo assim a diversificação os padrões da sociedade.

Dizem que nos tempos atuais a maior influência do mundo da magia é a Academia, já que abrigam alunos com mentalidades superiores aos bruxos normais. Não são apenas crianças numa escola bruxa, mas sim bruxos jovens com idade e poder o suficiente para exercer suas ideias e pensamentos, assim como trabalhar e moldar o mundo bruxo atual, pois quando há uma maioria intelectual reunida, talvez nem mesmo Merlin possa contê-los se decidirem atacá-lo.

No decorrer das décadas, houveram muitos acontecimentos, entre eles a vinda do Lord das Trevas. Mesmo anos posteriores à sua morte, o mundo bruxo não permanece em sua plena paz. Tudo parecera voltar ao Caos, com acontecimentos inéditos surpreendendo tanto os trouxas como os bruxos. Parecia que desta vez as forças das trevas estavam mais poderosas... e piores.



{PLOT}



ALL THIGS MUST PASS AWAY...

Fevereiro de 2050, manhã.

Um velho senhor de 62 anos caminhava pelos jardins de sua mansão quando o céu ao seu redor se tornara vermelho, com uma fumaça tom sangue, que a cada minuto se tornava mais e mais escura até se tornar um total breu. A fumaça passava lentamente, deixando os mais próximos desesperados ao avistarem o breu desaparecer, deixando apenas uma carcaça mórbida sem ação. Tratava-se do que antes fora o Ministro da Magia, Senhor Arthur Cralford, que permanecera com um bilhete entre os dentes de seu crânio com o seguinte inscrito:
"Não pense que somos seguidores da antiga elite da marca negra,
somos melhores, piores, fatais.
Ninguém poderá impedir os planos do Senhor Supremo da Legião, nem Merlin nem os Deuses poderão se livrar de nosso controle..."

Transcrita com letras de pena e assinada com sangue apenas como 'A Legião', fora aí que os problemas apenas começaram...

Dezembro de 2051

Há um ano não se ouve mais falar da Sociedade Secreta que matara Arthur e agora, o novo Ministro denominado Adolph Wilford apenas ignora a volta dos ataques aos membros do Ministério, aceitando a morte de seu antecessor apenas como mera brincadeira. Além disso, não teme novos ataques, ou melhor dizendo, pelo menos era assim que ele pensava...
Ao meio do mês de Dezembro as coisas começaram a piorar. Novamente houvera morte, da mesma forma que ocorrera anos antes. No entanto, apenas com cartas com o enunciado: "Salve o Senhor da Legião". Sim, cartas, pois desta vez não fora apenas uma morte, mas 5 membros do Ministério, incluindo o chefe da Sessão de Defesa, o chefe da Sessão de Execução das Leis da Magia, chefe dos Aurores, chefe do Departamento de Mistérios e o chefe do Departamento de Transportes Mágicos. Foi um verdadeiro massacre, com direito ao desaparecimento do corpo do último chefe.
As pessoas não saiam de suas casas e as votações para a reposição dos membros mortos demoravam. Agora, os bruxos não podiam mais confiar na segurança do Ministério, que tornara-se fraco e indefeso.

Agosto de 2052

O Ministério permanece instável, os bruxos temem sair de suas casas e os ataques às cidades trouxas começam, onde todos os jornais de ambos os mundos relatavam massacres terríveis sem explicação. Para piorar ainda mais a situação, os trouxas gritavam nas ruas que os ataques seriam uma espécie de Magia Negra. É, talvez agora o segredo tão bem guardado estivesse em decadência...

O Departamento de Obliviação não parava em nenhum momento e não haviam membros o suficiente para dar conta de tantos trabalhos. Desespero, temor e dúvida... As escolas estavam sendo fechadas, tanto bruxas como trouxas, os pais não deixavam os filhos saírem de suas casas para embarcar. No entanto, nem todas eram assim, pois Bryan Morgan, o diretor da Academia, era uma pessoa severa e que não temia seus atos. Ele sempre dizia que sua escola seria o local mais seguro de todos e muitos duvidaram de suas palavras. No decorrer dos ataques, porém, parecia que Bryan tinha razão, pois a Academia de Magia era a única a se manter em pé durante o império de terror.

O Ministro da Magia, Adolph, se mantinha neutro perante os ataques, mesmo que esses estivessem deixando o mundo em pleno terror. Ele sempre acreditara que aquilo era mero blefe e que os mortos estavam descuidados. Além do mais, para Adolph tudo era mera artimanha de seu arque inimigo Bryan, o diretor. Mesmo sem demonstrar suas desconfianças a ninguém, o senhor Ministro bolava em sua mente uma ligação do diretor para com as mortes e o possível Senhor da Legião.

A cada dia o Ministério entra em colapso e o seu dirigente mostra-se cada vez menos presente. Teria ele um descaso tão grande a ponto dele mesmo ser um membro da Legião? Ou Bryan seria o culpado de todas as mortes? Ambos teriam a ver com as mortes? Ou tudo era apenas o acaso? Dúvidas surgiam cada vez mais nas mentes das pessoas. Seria esse o fim do grande segredo dos bruxos?

E você, entrará na busca pela verdade ou será apenas um mero fantoche em nossas garras?


avatar
Rain


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum